2004/08/30

Cá Dentro

É verdade, é verdade, estou de volta à piolheira... ou choldra ignóbil?! Já nem sei.

2004/08/06

Ciao!

Vou de passeio, volto lá para Setembro! Os meus sobrinhos Paulo e Nuno vão continuar a trabalhar, enfiados no porão, por isso durante todo o Verão não há posts, mas há histórias.

POESIA INTERNACIONAL

ESCRITA FINA de AMANHÃ

Amanhã, Sábado - 7 de Agosto, na Única do Expresso Ali, entre a Quinta do Lago e o vale do Lobo, pela Praia do Ancão, todos a correr para queimar o corpinho flácido e descobrir que há muita poesia escondida nas dunas.

Participações Especiais em Poesia Internacional:
Zé - Diamante da Poesia
e Xanoca - Fashionista.

2004/08/03

Saída de Emergência

A música escolhida para acabar de beber o meu copo, antes de bater com a porta da rua, é Disco Rough dos Mathematiques, coisa de 1980, que faz parte da colectânea So Young But So Cold da Tiger Sushi, aqui.

Pixelete #03



Hoje passei o dia todo em casa, agora, rua comigo!, de cabelo apanhado e tudo, com uns Cole Haan, Lizard-Embossed Pump!, nos pés, saia e top Marc Jacobs no corpo, uma piper da Kate Spade para a tralha, e claro, a minha Pi Cinhois ao pulso, que não foi comprada no Hotel Ritz, mas na Dinh Van de Ginza Chuo-Ku em Tóquio. É bem, é bem.

[... e espero que tenham reparado que já estou com uma corzinha no corpo!]

Dove Siete?!?

Queria falar sobre este livro de viagens do Beppe Severgnini, a propósito do díptico de Piero della Francesca, mas não o consigo encontrar. Azar, fica para mais tarde.

2004/08/02

Castelluccio vs. Francesca

Lembrei-me de fazer uma busca no Google a propósito do Federico Castelluccio, Furio Giunta dos Sopranos. Ok, admito, sei que não é normal, mas passa a ser, se pensarem que eu achava que o actor era o mesmo que interpretava o papel do andróide Data na série Star Trek. Afinal, estava enganada, fiquei a saber que este último chama-se Brent Spiner e que agora tem um disco chamado Old Yellow Eyes is Back, onde canta com a voz do Data, coisa que nem é anormal nos actores que participaram no Star Trek, já que o próprio William Shatner gravou aí pelos anos 60 uma coisa chamada The Transformed Man. Bem, aquilo que interessa, é que descobri que esse tal de Federico Castelluccio voltou-se para a pintura desde que foi parar ao desemprego, lembram-se daquele episódio em que ele foge por causa da paixão que tem pela mulher do patrão?!, pois, esse mesmo!, mas há que ser objectiva, os quadros dele são de um infantilismo artístico gritante. A única excepção vai para um quadro onde a Carmela e o Tony Soprano aparecem frente a frente como se fossem os Duques de Urbino, ou seja, ela de Battista Sforza e ele de Federico da Montefeltro, num pasticcio do díptico pintado por Piero della Francesca. Não posso colocar aqui a imagem, por que aqui só entram coisas da Escrita Fina, o que é uma pena, acreditem: aquilo é de uma pop total, por isso cliquem aqui.